quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

GREVISTAS INVADEM PREFEITURA DE RIO BRANCO.

 
Eles reivindicam um reajuste salarial de 12%
 Adailson Oliveira/Gleyciano Rodrigues
A prefeitura bem que tentou evitar um manifesto mais forte dos servidores públicos, não adiantou, faltavam poucos minutos para o meio dia desta quarta-feira quando dezenas de trabalhadores ocuparam a sede da Prefeitura no centro da cidade.
A decisão de invadir a prefeitura foi tomada depois que os trabalhadores rejeitaram a nova proposta de reajuste salarial, apresentada pela equipe econômica. Na semana passada o prefeito Raimundo Angelim ofereceu 5,9% de aumento, os trabalhadores disseram não, queriam 12%. Hoje foi oferecido um percentual maior 7,02% que deveriam ser pagos em três parcelas. Os sindicalistas levaram a proposta ao grupo que estava reunido na praça Plácido de Castro. Na primeira votação, logo foi rejeitada, os trabalhadores não abriam mão dos 12% pedidos inicialmente.
O grupo então decidiu por greve, por tempo indeterminado e ocupar o primeiro andar da sede da Prefeitura onde fica a Secretária de finanças. Com gritos de ordem, disseram não a qualquer possibilidade de negociação que a prefeitura tanto almejava.
Os trabalhadores prometeram montar barracas nos corredores da prefeitura. Nesta quinta-feira, um grupo de cada sindicato vai ás repartições tentar fazer com os colegas não furem a greve, as escolas serão as primeiras afetadas. O Assessor político da Prefeitura Márcio Oliveira, informou que a prefeitura vai continuar negociando com os sindicatos para evitar a paralisação, no entanto, na há possibilidade de repassar aumento superior aos 7,02%. O município dispõe de R$ 9 milhões para os gastos com a folha de pagamento, um percentual maior, vai ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal e colocar em risco as contas da Prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário