terça-feira, 6 de julho de 2010

CANDIDATOS AO GOVERNO VÃO GASTAR R$ 8,8 MILHÕES NAS ELEIÇÕES NO ACRE

Grupo de Tião Viana estima 5,8 milhões o valor máximo de gastos na campanha para o Governo do Estado. Oposição diz que vai empregar R$ 3 milhões o valor máximo de gastos na mesma campanha. A soma dos gastos é de R$ 8,8 milhões.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) recebeu nesta segunda-feira (5) o pedido de registro dos candidatos das coligações que vão disputar as eleições em 2010.

São elas: “Frente Popular do Acre I”, Sebastião Afonso Viana Macedo Neves (PT), ao governo do Estado. A coligação é formada pelo PT, PRB, PP, PDT, PTN, PR, PSDC, PHS, PTC, PSB, PV, PRP, PSOL e PC do B. E: Coligação Liberdade e Produzir Para Empregar, Sebastião Bocalom Rodrigues (PSDB), ao governo do Estado. A coligação é formada pelo PMDB, PSL, PSC, PPS, DEM, PMN, PSDB e PT do B.

Segundo informações do pedido de registro, a chapa de Tião Viana, que tem como candidato a vice-governador César Messias (PP), estima em R$ 5,8 milhões o valor máximo de gastos na campanha para o Governo do Estado.

Na declaração de bens apresentada por Tião Viana consta um patrimônio de R$ 551.098,50 mil. Já a declaração do candidato a vice-governador da Frente Popular mostra que César Messias tem um patrimônio de R$ 1 milhão e 438 mil.

Para o senado, a Coligação Frente Popular do Acre I registrou como candidatos os nomes de Jorge Ney Viana Macedo Neves e Edvaldo Soares de Magalhães. Na declaração de bens apresentada por Jorge Viana consta um patrimônio de R$ 2 milhões e 326 mil. A declaração de Edvaldo Soares de Magalhães mostra que o candidato ao senado tem um patrimônio de R$ 544.391,00.

OPOSIÇÃO - Segundo informações do pedido de registro, a chapa de Tião Bocalom, que tem como candidato a vice-governador José Ildson Viana (PPS), estima em R$ 3 milhões o valor máximo de gastos na campanha para o Governo do Estado.

Na declaração de bens apresentada por Tião Bocalom consta um patrimônio de R$ 534.000 mil. O candidato a vice na chapa de Bocalom, José Ildson Viana, não declarou patrimônio.

Para o senado, a Coligação Liberdade e Produzir Para Empregar registrou como candidatos Sérgio de Oliveira Cunha (Petecão) e João Correia Lima Sobrinho. Na declaração de bens apresentada por Sérgio de Oliveira consta um patrimônio de R$ 287.719,00. A declaração de João Correia mostra que o candidato ao senado tem um patrimônio de R$ 332.707,00.

O patrimônio detalhado de todos os candidatos pode ser acessado por meio do Divulga, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ou no Portal das Eleições, na página do TRE-AC.


Com informações do TRE/AC

Nenhum comentário:

Postar um comentário