sexta-feira, 23 de julho de 2010

AOS CANDIDATOS E POLITICOS



Roda - Gilberto Gil

Meu povo, preste atenção

Na roda que eu te fiz

Quero mostrar a quem vem

Aquilo que o povo diz


Posso falar, pois eu sei

Eu tiro os outros por mim

Quando almoço, não janto

E quando canto é assim


Agora vou divertir

Agora vou começar

Quero ver quem vai sair

Quero ver quem vai ficar


Não é obrigado a me ouvir

Quem não quiser escutar

Quem tem dinheiro no mundo

Quanto mais tem, quer ganhar


E a gente que não tem nada

Fica pior do que está

Seu moço, tenha vergonha

Acabe a descaração


Deixe o dinheiro do pobre

E roube outro ladrão

Agora vou divertir

Agora vou prosseguir


Quero ver quem vai ficar

Quero ver quem vai sair

Não é obrigado a escutar

Quem não quiser me ouvir


Se morre o rico e o pobre

Enterre o rico e eu

Quero ver quem que separa

O pó do rico do meu


Se lá embaixo há igualdade

Aqui em cima há de haver

Quem quer ser mais do que é

Um dia há de sofrer


Agora vou divertir

Agora vou prosseguir

Quero ver quem vai ficar

Quero ver quem vai sair


Não é obrigado a escutar

Quem não quiser me ouvir

Seu moço, tenha cuidado

Com sua exploração


Se não lhe dou de presente

A sua cova no chão

Quero ver quem vai dizer

Quero ver quem vai mentir


Quero ver quem vai negar

Aquilo que eu disse aqui

Agora vou divertir

Agora vou terminar


Quero ver quem vai sair

Quero ver quem vai ficar

Não é obrigado a me ouvir

Quem não quiser escutar


Agora vou terminar

Agora vou discorrer

Quem sabe tudo e diz logo

Fica sem nada a dizer


Quero ver quem vai voltar

Quero ver quem vai fugir

Quero ver quem vai ficar

Quero ver quem vai trair


Por isso eu fecho essa roda

A roda que eu te fiz

A roda que é do povo

Onde se diz o que diz

Nenhum comentário:

Postar um comentário