terça-feira, 22 de junho de 2010

CIENTISTA POLITICO ANALISA CENÁRIO NO ACRE

Marina poderia ter pensando numa candidatura ao governo do Acre, diz cientista politico


No programa Gazeta Entrevista da TV Gazeta na noite desta terça-feira, 22, o jornalista Alan Rick, entrevistou o cientista político Nilson Euclides, que fez uma verdadeira analogia da atual conjuntura do cenário da política do Acre para as eleições 2010.


Durante a entrevista o professor Euclides disse que a Frente Popular se desgastou ao longo dos 20 anos quando foi criada na década de 80 e 90 e não formulou novas lideranças, mantendo os velhos caciques no domínio, de um projeto que vem se desgastando ao longo dos tempos.


Segundo Euclides, as novas lideranças que surgiram na FPA, não mostraram uma postura de segurança o que tem feito a oposição, muito embora de forma “perdida no contexto político atual” ganhar espaço e não seria uma surpresa para ele uma mudança no atual governo.


Para Euclides, o PT nacional nunca foi maioria no estado, indiferente do PSDB e vê um erro quando a senadora Marina se candidatou á presidente do Brasil, vislumbrando a senadora como uma alternativa para uma disputa igualitária no Acre, se ela tivesse concorrendo a vaga no governo do estado na disputa pelo PV, numa aliança com o PMDB contra a FPA do Acre.


“Marina poderia ter pensando numa candidatura ao governo do Acre. O debate político iria ficar enriquecido com Marina Silva disputando eleição pra governo do Acre”, analisou o cientista político.


Euclides disse também, que o PMDB perdeu sua identidade no estado, e como um partido tradicional de história, abraçou uma candidatura que não é sua, e a tendência natural de qualquer partido nessa posição é de cair no esquecimento.


O professor conclui a entrevista dizendo que vai publicar uma obra literária de sua autoria, fruto de estudos acadêmicos. O lançamento ocorrerá em agosto deste ano, em ato a ser divulgado.


Salomão Matos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário