terça-feira, 13 de abril de 2010

BINHO DIZ QUE JORNALISMO DO ACRE TEM MUITA QUANTIDADE E POUCA QUALIDADE


O governador Binho Marques (PT) resolveu deixar de fiscalizar os desmandos de seu governo e passou a se preocupar com a imprensa. Hoje ele passou parte da manhã em seu gabinete gravando entrevista para o Sistema Público de Comunicação – TV Aldeia.


A conversa será exibida no programa [Idéias da Aldeia], apresentado pelo jornalista Jorge Henrique. O programa vai ao ar nesta terça-feira [13] às 21:30h na emissora estatal – TV Aldeia, canal 2.


Marques, contou com o apoio da equipe de produção da emissora que "selecionou" perguntas de usuários da internet, via Twitter – microblog. Parte das respostas de Binho aos tuiteiros, foram publicadas pela jornalista Andréa Zílio e, equipe da emissora.


Sobre investimentos na zona rural Binho disse que, “O Acre é campeão do programa Luz Para Todos”. O Luz Para Todos, é um investimento do governo federal que tem o objetivo de levar eletrificação rural para as famílias mais isoladas, com tarifa social.


Mas o governador esqueceu de dizer que o programa funciona parcialmente, pois diariamente moradores da zona rural reclamam que a energia sempre é interrompida a cada temporal, chegando a ser religada, muitas vezes até cinco dias depois do problema ocasionado.


Questionado sobre o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, Binho respondeu: “Obras do PAC: Brasil acessa serviços que o país não tinha. Colocar esses investimentos em prática depende da capacidade do Estado, e o Acre tem como. Obras do PAC nas imediações do Tangará e Nova Estação e do Igararé São Francisco, maior parte estará pronta até dezembro deste ano. Além das obras do PAC está sendo feito trabalho de remoção das famílias em algumas áreas.” Mas o governador também evitou falar das denúncias de superfaturamento que existe nestas obras aqui no Acre. Saiu pela tangente.


Binho Marques também aproveitou pra falar do pré-candidato ao senado Jorge Viana, e disse: “a maior obra de Jorge Viana foi fazer o acreano ter orgulho do seu estado. Não fiz mais que Jorge Viana; ele fez mais, deixou um conceito de governo. O ano mais importante do governo Jorge Viana foi o primeiro, que ele teve de quebrar barreiras”, falou o governador.


O petista ainda argumentou sobre problemas sociais do Acre. “Mas avançamos pouco quando o governo ainda tem de fazer quase tudo, a população precisa cobrar mais. O acreano precisa utilizar os serviços onde o Acre avançou também. Boa parte dos acreanos pobres gastam parte de seus salários pagando aluguel, que é um problema para a inclusão social. Quando se vive com dignidade muita coisa se ajusta, por isso, o programa de habitação é importante”, enfatizou Marques.


Em seguida tiveram as perguntas e respostas sobre as obras da BR 364. Ele negou a promessa de concluir a rodovia este ano. “A BR 364 dá um livro, não vou responder quando será concluída, envolve muitas questões ainda. A verdade é que até dezembro de 2010, o Acre será o melhor lugar para se viver na Amazônia”, voltou a afirmar Binho Marques.


E disse mais. “Esses três serviços - saúde, educação, segurança - tem problemas, mas estão sendo tratados aqui melhores que em outros Estados”.


Sobre as falhas do programa Floresta Digital: “Não posso dizer que Floresta Digital não deu certo, é inovador no planeta. É algo novo, e não tem Estado no país que tenha tomado essa decisão de implantar. Estamos disponibilizando sinal, mas, precisa de antena para captar. Temos mais de 200 antenas fazendo uma nuvem de sinal, alguns lugares públicos tem o sinal funcionando. As pessoas ainda não entenderam o que é o Floresta Digital, é preciso comprar a antena e o preço está caindo. O Floresta Digital é muito importante. Não estamos cem por cento, mas estamos construindo isso, é algo novo que dará um salto ao Acre. Salto no padrão da educação, da cultura do Estado. Preciso fazer alfabetização digital para aderir o Twitter, mas sempre pesquiso o que se escreve lá”, afirmou.


Marques aproveitou pra declarar seu voto à presidência da república em 2010. Ele nem ficou vermelho ao afirmar que ama a Marina Silva mas vota na Dilma para presidente do Brasil. “Voto na Dilma porque sou partidário, a vontade de votar na Marina é no corpo inteiro, mas a decisão é racional”, disse o governador.


A imprensa de Binho – O governador tratou ainda de manifestar opinião sobre a qualidade do jornalismo acreano. “Acho que o jornalismo no Acre tem muita quantidade e pouca qualidade. E com pouca qualidade, muitos profissionais se escoram na desculpa que não tem liberdade. Gosto de críticas bem feitas na imprensa”.


E se dirigiu ao blogueiro e tuiteiro Marcos Venícios (@BlogdoVenicios), pra dizer: “Meu caro Venicios, autor de perguntas complicadas. Qualidade temos pouca, liberdade fica a critério de cada um.” .


Depois se despediu sem justificar as falhas e denúncias de corrupção e abusos que ronda a sua administração.


* Editoria deste blog, informa que as falas do governador foram extraídas das tuitadas de Andréa Zílio (@andreazilio) e Surama Chaul (@Suramachaul). Elas coordenaram a conversa do governador com os internautas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário