quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

MPF/AC QUER QUE CORREIOS REGULARIZE SERVIÇOS DE ENTREGA


Média estadual de atraso é muito superior à de outros estados e responsáveis poderão ser acionados pessoalmente caso uma solução não seja apresentada


O Ministério Público Federal no Acre (MPF/AC) enviou recomendação à direção nacional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para que promova, imediatamente, as medidas necessárias para a regularização dos serviços de entrega de correspondências, encomendas e SEDEX no Acre, compatibilizando seus índices de atraso à média nacional.


Além disso, o procurador da República Ricardo Gralha Massia também recomendou que seja dada solução imediata para a falta de transporte aéreo das correspondências e encomendas destinadas ao estado do Acre, devendo a ECT informar num prazo de 5 dias, por meio de nota oficial à população acreana, os motivos das constantes causas nas entregas e indicar a previsão para a regularização dos serviços.


A direção nacional do órgão tem o prazo de 5 dias para se manifestar quanto ao acatamento da recomendação e informar quais medidas serão tomadas para o cumprimento do que foi recomendado. O documento foi encaminhado aos Correios via fax e email. Caso haja descumprimento da recomendação os gestores poderão ser pessoalmente responsabilizados.


Hermington Franco e Silva, do MPF/Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário