sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ACRE É ARROLADO EM DÍVIDA JUDICIAL DO BANACRE

Presidente da Assembléia Legislativa do Acre foi avalista de um colega de partido e pode ser obrigado a pagar quase R$ 50 mil ao Estado

O virtual candidato à disputa pela segunda vaga de senado na Frente Popular do Acre, Edvaldo Magalhães, - deputado estadual (PCdoB), e presidente da Assembléia Legislativa do Acre -, foi arrolado num processo de dívida com seu colega de partido, Sérgio Taboada - atualmente funcionário do Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, ex-sindicalista e deputado estadual. Ambos deram um “calote” público nos cofres do estado.

A execução de título extrajudicial [001.98.001689-5], referente a direitos e títulos de crédito está nas mãos da juíza Maria Penha Sousa Nascimento, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública do Fórum Barão do Rio Branco. A ação judicial iniciou em agosto de 1999 e continua tramitando.

Leia mais clicando no site, Agenciac.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário