quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

ACORRENTADO

Estudante de Jornalismo se acorrenta em protesto em frente à Assembléia do Acre


Por Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA


Na manhã desta quinta-feira (11), o estudante de Jornalismo José Carlos Oliveira protestou em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Acre por ter sido impedido de acessar o Salão Azul da Casa, reservado aos profissionais de imprensa.


Oliveira, proprietário do portal noticioso Acrenoticia.com, acorrentou-se à estátua do nacionalista Luís Galvez Rodrigues de Arias e empunhou um cartaz com os dizeres "não impeçam meu trabalho jornalístico".


Estudante do sétimo semestre do curso de Comunicação Social do Instituto de Ensino Superior do Acre (IESACRE), Oliveira declarou ao Portal IMPRENSA que, ao todo, foi barrado três vezes pela segurança da Assembleia, e acredita que "a motivação tenha sido política". "Escrevo muitas matérias contra o Governo", disse Oliveira.


No entanto, questionada pela reportagem sobre o episódio, a assessoria de imprensa da Casa declarou que o Salão Azul é reservado estritamente aos profissionais de imprensa que tenham filiação na representação sindical do estado ou DRT. Oliveira, por ser estudante, não possui nenhum dos registros.


Continue lendo, aqui.

Um comentário:

  1. Bravo! E depois, esses caras do PT ainda reclamam da ditadura militar e recebem indenizações milionárias porque foram prejudicados. Quer dizer que o estudante quase concluindo o curso não pode entrar. Isso é que é incentivo à cultura. O problema é que ali só entram os que se deixam "ser pautados".

    ResponderExcluir