quarta-feira, 25 de novembro de 2009

SOBRINHO DE TIÃO VIANA ESPANCA MÉDICO NO ACRE

Diego Viana é também sobrinho do ex-governador Jorge Viana. Ele deu socos e chutes no médico Augusto Júlio Muñoz, de 54 anos. O caso foi parar na delegacia. A vítima vai representar Diego no Conselho Regional de Medicina

RIO BRANCO, AC – O médico residente Diego Viana, 26, (em segundo plano na foto) foi hoje (terça-feira) protagonista de uma cena deprimente. Agrediu a socos e pontapés seu colega Augusto Júlio Muñoz, 54. A agressão ocorreu em frente ao Pronto Socorro de Rio Branco, no Acre. O agressor é sobrinho do ex-governador Jorge Viana e do senador Tião Viana (PT). A vítima, de nacionalidade peruana, vive há 17 anos no Brasil.

A desavença começou cedo. Pela manhã, ao estacionar seu carro Diego Viana quase teria atropelado Augusto Júlio Muñoz involuntariamente. Trocaram insultos mútuos, mas não saíram aos tapas. Cada um foi para seu consultório. Por volta do meio-dia, Diego esbarra-se, novamente, com o colega. Desta vez, após nova troca de insultos, Viana partiu para cima de Muñoz dando-lhe socos e pontapés. Testemunhas contaram que Diego Viana estava possesso.

Viana contou que teria sido ofendido por Muñoz e revidado com um murro e chutes. Houve luta corporal entre os dois e, Muñoz devido à idade avançada, acabou levando a pior. Teve que ser atendido por médicos que estavam de plantão no Pronto Socorro. Muñoz ficou estro chão e só não apanhou devido à intervenção da Polícia Militar. Diego foi retirado do local e a vítima socorrida por outros médicos que estavam de plantão.

Augusto Júlio sofreu ferimentos no rosto e no braço esquerdo, teve que ser medicado

Ambos registraram queixa na Delegacia de Flagrantes, apresentaram suas versões à imprensa e fizeram exame de corpo delito. Muñoz pretende mover uma representação no Conselho de Ética do Conselho Regional de Medicina (CRM) contra Viana. Muñoz teve o supercílio cortado e apresentava vários hematomas. Ele compareceu à delegacia ainda segurando um frasco de soro que estava injetado na mão direita.

– Jamais imaginei que ele fosse tão agressivo – disse o peruano.

Viana alegou que teria sofrido agressões verbal e física.

– Infelizmente tive que me defender após a agressão física. Aí aconteceu esse incidente infeliz. As coisas estão sendo conduzidas se acordo com a lei. Eu mesmo me apresentei à polícia.

Diego Viana, que vem sendo preparado para ser candidato a deputado federal pelo PT, tem perfil no Twitter.

– O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos desonestos, corruptos e sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons – foi sua primeira mensagem no microblog.

Mais adiante, o médico deixou uma mensagem para o senador Tião Viana:

– Caro Tio, obrigado pelo carinho. Desta maneira que manteremos o sucesso da nossa família em prol do Acre.


Na mais recente mensagem ele diz:

– Ame sua casa e sua família que conseguira transformar o mundo pra melhor.

A briga dos dois médicos foi presenciada por dezenas de pacientes que aguardavam atendimento no Pronto Socorro.

Da Agência Amazônia com informações de Salomão Matos e Altino Machado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário