sexta-feira, 5 de junho de 2009

GREVE INTERDITA TERMINAL URBANO

A greve dos trabalhadores dos transportes coletivos gerou um caos e enormes congestionamentos no trânsito na área central de Rio Branco.


O sindicato da categoria radicalizou no movimento e fez bloqueios dentro do Terminal Urbano. Desde as primeiras horas da manhã de hoje, apenas uma das três plataformas estão sendo usadas para entrada e saída de passageiros e ônibus. Fiscais da RBTRANS iniciaram o monitoramento dos coletivos que estavam descumprindo a regulamentação da Justiça do Trabalho, que proibiu que o manifesto causasse danos à população.


O diretor da RBTRANS, Ricardo Torres, pretende denunciar na justiça o movimento dos trabalhadores pelos transtornos causados aos usuários, resultado da quebra de acordos trabalhistas Ricardo também avisou que deverá multar os responsáveis pelo movimento. As multas oscilam entre R$ 2 e R$ 4 mil. Estima-se que mais de 30 mil pessoas circulem diariamente pelo terminal.


A revolta da categoria é uma resposta ao prefeito Raimundo Angelim (PT) e aos empresários, que teria saído da mesa de negociações sem apresentar uma boa proposta aos grevistas. Condutores e cobradores dos transportes coletivos ameaçavam parar toda a frota nesta sexta-feira, desobedecendo ainda mais a legislação que proibi que greves deixem de funcionar serviços essenciais ao povo.


As avenidas Brasil e Getúlio Vargas e as ruas Floriano Peixoto e Marechal Deodoro registram lentidão de até 1,5km. Quem precisar se deslocar do primeiro para o segundo distrito e vice versa é melhor usar o Anel Viário através da Via Verde.


Dentro do terminal os passageiros se amontoavam em apenas uma plataforma para pegar os ônibus. A interdição de umas das baias resultou num grande tumulto, até a polícia foi acionado para tentar controlar as reclamações dos usuários.


A Operação Tartaruga de motoristas e cobradores de ônibus de Rio Branco é um protesto contra a posição dos empresários dos transportes coletivos que se negam a pagar as perdas salariais da categoria.


FOTO: Luciano Pontes (A Gazeta. Net)

Nenhum comentário:

Postar um comentário