quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

SIBÁ MACHADO TEM SUPER-SALÁRIO NO GOVERNO DO ACRE


Sibá Machado também recebe pelo Acre como assessor especial do gabinete do Governador, uma fortuna de quase R$ 20 mil.


Além dos R$ 11 mil que recebe para representar Rondônia no Conselho Administrativo do Consórcio Energia Sustentável do Brasil, trabalho este que ocupa o suplente de senador Sibá Machado uma vez por mês, o político acreano também foi nomeado, em 10 de junho de 2008, Assessor Especial do Gabinete do Governador.


O Rondoniaovivo ainda não conseguiu os detalhes referentes aos valores recebidos por Sebastião Sibá Machado Oliveira no cargo que ocupa na gestão do governador Arnóbio Marques de Almeida Júnior, o Binho Almeida, mas levando em conta os valores pagos a cargos semelhantes em Rondônia, deve girar em torno de R$ 10 mil.


O documento foi publicado pelo site O Combatente nesta segunda-feira, e comprova a nomeação do ex-senador.


A indicação de Sibá Machado para compor o Conselho foi do Partido dos Trabalhadores e contou com o apoio do senador peemedebista Valdir Raupp de Mattos. O cargo é para representar Rondônia no consórcio que está construindo a usina de Jirau (proximo a Jaci Paraná) e contraria o discurso de campanha do prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho, que afirmou por diversas vezes que priorizaria pessoas e empresas de Rondônia em todas as fases das obras das usinas.


Na última sexta-feira, o senador Expedito Júnior declarou que vai pedir explicações sobre a nomeação de Sibá Machado ao Ministro das Minas e Energia, Edson Lobão. Na sessão extraordinária realizada pela Assembléia Legislativa ocorrida no último domingo (01),onde aconteceu a devolução de recursos economizados pelo Lesgialtivo ano passado, o senador voltou a falar sobre o assunto e afirmou que "não vai permitir a intromissão de políticos de outros estados em assuntos que dizem respeito a Rondônia". Também declarou que "aqui temos pessoas capacitadas para ocupar esse cargo ou qualquer outro" e acha "um absurdo essa indicação".


O senador voltou a afirmar que vai questionar junto ao Ministério a indicação de Sibá Machado para o cargo de conselheiro.


O Combatente

2 comentários:

  1. Depos o Sibá Machado ainda quer ter respeito.Se fosse alguém de outro partido,ele próprio já teria colocado na mídia em geral,coloca esse escândalo aí Leonildo Rosas vc que gosta tanto de difamar os outros...

    ResponderExcluir
  2. EM QUANTOS POUCOS GANHAM MUITO, MUITOS GANHOU POUCO OU QUASE NADA. NOS, FUNCIONARIOS PUBLICOS, COM FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA, CONTRATADOS COMO GESTORES GANHAMOS SÁLARIO MINIMO. E SE RECLAMAR, OUVIMOS O SEGUINTE: FAÇAM OUTRO CONCURSO PARA GANHAR MELHOR. E AI EU PERGUNTO - O SIBA É FORMANDO EM QUE MESMO? E AONDE ELE ESTUDOU? QUAL FACULDADE ELE FEZ?...ESSE GOVERNO E REALMENTE UMA VERGONHA NACIONAL.

    ResponderExcluir